Google+

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Abuso

    Uma das muitas coisas que ouço por aí para tentar explicar a diversidade da sexualidade, ainda tão pouco compreendida, é a de que gays foram vítimas de algum tipo de abuso sexual na infância.
    Gostaria de abrir uma nova enquete sobre esse assunto e, para isso, debati entre duas proposições: perguntar diretamente se os leitores que se identificam como gays foram abusados na infância ou apenas perguntar a opinião sobre o assunto. 
    Acabei optando pela segunda. A primeira poderia ser muito imprecisa, mas não que a segunda não seja. Alguns votantes poderiam considerar, por exemplo, a fase fálica definida por Freud como abuso. Isso são aquelas brincadeiras sexuais inocentes (ou não) que crianças fazem com os amiguinhos, primos, etc etc, e que violam os tabus sociais dos genitais, em favor da curiosidade. Eu inclusive já cheguei a creditar o meu "distúrbio sexual" a isso, antes de tomar conhecimento de que se tratava de uma fase natural do desenvolvimento psicossexual. Todos passam por isso. Ou, pelo menos deveriam passar, de acordo com Sigmund Freud. 
    Mas eu deixo pra falar sobre Freud e abuso/sexualidade depois =) 
    Um bom fds!
E um abraço a todos.
N.B.

23 comentários:

  1. No meu caso em especial eu não tenho nenhum histórico de abuso sexual (ou pelo menos não que eu tenha conhecimento). Também não tive as tais experiências na infância. Porém acho sim que alguns traumas podem sim desencadear manifestações sexuais adversas. Tudo depende do indivíduo, a forma como ele vai lidar com isso, a família, tratamentos psicológicos etc. Portanto, como primeiro votante dessa enquete, acho que depende.

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente, não tenho a menor ideia o.O
    Por que seria (ou não)?

    ResponderExcluir
  3. bom eu acho que o fato de ser gay não quer dizer que seja por causa de abusos na infância algum trauma ou influencia eu mesmo dede quando me conheço por gente já fui bem resolvido sempre queria boneca em lugar de carrinho e fui abusado na minha infância aos 9 fui obrigado a fazer sexo oral com meu primo e aos 10 era praticamente forçado a fazer sexo com meu tio na época me causou sofrimento mas nada que me deixasse com traumas ou de alguma forma me transformasse em gay sempre fui nasci assim e se tivesse que voltar atraz acho ate´que gostaria de repetir kkkk estou contando tudo isso no meu blog ggatomacho blogspot .com abraços sou super fã do seu blog

    ResponderExcluir
  4. eu nao sofri nenhum abuso, apesar de ter começado aos 12 anos com colegas da mesma idade

    ResponderExcluir
  5. Senhores, obrigado pelos comentários.
    Josh, eu não sei explicar porque pode causar, tanto que não concordo com essa proposição. O argumento que as pessoas que dizem isso é que, ao ser molestado, a criança vê no homem um ser superior com quem não deve competir, mas se entregar. Viajado? Devem existir mais argumentos, os quais ainda não tenho conhecimento.
    Um abç.

    ResponderExcluir
  6. O abuso com meninas normalmente não causam o distúrbio de gênero que os psicólogos tanto falam, pois normalmente são homens que cometem tais atos e a menina não fica em dúvida sobre a propria sexualidade por motivos óbvios. Agora, o menino que foi molestado, se vê em um impasse: sou homem mesmo? gosto de homem? sou culpado?
    Seria como uma confusão de ideias na cabeça da criança que, a longo prazo, pode incentivar ou facilitar o desejo por pessoas do mesmo sexo.
    No meu caso, que fui abusado aos 8 anos de idade, as consequências de longo prazo se restringiram a pequenos problemas na personalidade, como timidez, problemas em relacionamentos de amizade com homens, etc ...

    ResponderExcluir
  7. O meu não tem nada a ver como abuso sexual..
    Mas o que acho que mais pode ter relação, era a relação entre os meus pai.. Eles sim tinham uma vida de abusos. Meu pai várias vezes bate na minha mãe na minha frente, e logo depois vinha da minha mãe chorando e dizendo:
    "-Você nunca vai ser igual seu pai."
    E agora, não sou mesmo.. gosto d homens, coisa q ele não fazia.
    Acho q é mais relacionado as experiencias familiares, principalmente ainda quando crianças!

    ResponderExcluir
  8. Bom, nunca sofri nenhum tipo de abuso e também quando criança nunca tive "brincadeiras" com outros garotos da mesma idade. Muito menos, TV ou internet me influenciaram...

    Eu discordo em pensar que um abuso transforma a sexualidade de uma pessoa, pelo contrário. Pode deixá-la insegura e desorientada em futuros relacionamentos, o clássico "em quem confiar?".

    Ainda defendo que ninguém "vira gay", e sim nasce gay.

    ResponderExcluir
  9. Eu acredito que sou gay por falta de paternidade e também quando estava formando minha personalidade! Eu fui abusado por garotos á partir dos 9 anos, fui crescendo sendo abusado por muitos! Quando me descobri e fui saber o que era ser gay, ja tinha vontade de transar só com caras! Fiquei chocado, sofri e nunca vou me aceitar, acho errado, me da raiva e prazer quando lembro dos garotos que abusaram a força de mim!Ja tentei de tudo, sinto desejo, mas nunca saio com alguém!Acho que se tivesse um pai presente ou um irmão mais velho para me dizer que dar o anus para um cara éra coisa de viado, nunca teria deixado me abusarem!Eu me excito com mulher, ja cheguei a ter relação, mas duas vezes falhei e passei vexame, estava na maior excitação quando fui penetrar broxei! E hoje não saio mais com mulheres, saia para provar minha masculinidade para elas,hoje nem preciso sou mais eu, me valorizo não vou sair com uma mulher feia ou bonita para provar que não sou gay! não sou assumido, desconfiam com certeza, mas nunca falarei, porque ninguém vai me pegar com caras!

    ResponderExcluir
  10. Não creio que a sexualidade na vida adulta seja definida apenas pelas experiências, aí incluidos eventuais abusos.
    Conheço caras que foram abusados, inclusive penetrados, e são absolutamente hétero. Foram acidentes mesmo que conseguiram superar.
    Outros, muitos, gays, foram vítimas de abuso, e isso acabou sendo determinante em suas vidas.
    Cada um é cada um.
    Agora, acho inegável que as vítimas de abusos levam, sim, traumas pra vida toda. Mesmo que isso não se traduza na opção sexual.
    Mas acho que há muito mais coisa que leva um cara a ser gay. Violência contribui, pode ser quase sempre determinante, mas não é só isso. Há uma soma de coisas que até hoje ninguém conseguiu esclarecer.
    E talvez seja melhor assim.
    A fascinação do ser humano talvez seja mesmo seu mistério.

    ResponderExcluir
  11. Ah, esqueci: eu fui, sim, vítima de abuso. Me senti abusado, embora nunca tivesse sido penetrado. Mais importante, talvez, do que o abuso em si, é a interpretação e a forma como a criança reage, ou pode ou é capaz de reagir.

    ResponderExcluir
  12. Eu também fui abusado quando era criança. Acho que umas 2 vezes e a outra eu não consigo me lembrar, só de algumas sensações estranhas. Hoje eu me masturbo pensando nesses momentos, mas já senti um certo desespero que na minha opinião é causado mais por pressão da sociedade do que pelo ato em si. Acredito sim que hoje sou gay devido aos abusos, mesmo não me sentindo traumatizado. Também acredito que muitos gays foram abusados pois muitos me confessam isso e por isso somos até mais promíscuos e pensamos tanto em sexo segundo alguns psicólogos e estudiosos. Eu acho a homossexualidade uma consequência de um trauma negativo na infância talvez não só ligado aos abusos; família e educação também conta.

    ResponderExcluir
  13. Eu não sofri abuso na infância, pelo menos violência não. E quanto às brincadeiras sexuais que são motivadas pela curiosidade, sempre foram muito presentes na minha infância e adolescência.
    Embora eu não tenha sofrido abuso, eu acredito que o abuso pode sim mudar algo na sua vida, mas sozinho ele não pode alterar a sua orientação sexual. Acredito que a sexualidade de cada um seja formada a partir de certa ordem genética e também do ambiente no qual cresceu e foi educado. Ou seja, algo na genética determina nossa pré-disposição para a homossexualidade e o nosso ambiente acaba por reafirmar o que a nos é natural.


    Att. Mr. FG
    http://queermrfg.blogspot.com/
    http://gzonemrfg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Na infância eu fui abusado e acho que esse abuso qui sofri fez com qui eu mi tornasse oque eu sou hoje.As vezes eu queria ter voltado ao tempo e impedido :qui aquele garotinho de apenas 5 anos fosse abusado pelo próprio tio.

    ResponderExcluir
  15. Nos variados comentários que li aqui mts foram abusados sexualmente.Esse abuso não precisa naturalmente ser violento.A pessoa no caso a criança pode ser induzida a praticar o sexo sem que ela seja forçada por violência.No entanto mesmo assim isso é abuso sexual.No meu caso fui abusado sexualmente quando criança.E sem dúvida alguma isso trouxe consequencias.Hoje em dia me relacionei mts vezes com homens.E até senti desejo de faze-lo mas ao mesmo tempo gosto de mulheres e sinto tesão por elas.Mas não é com tanta frequencia como que com homens.Mas se existisse algo que pudesse fazer pra mudar isso eu faria de verdade.Já senti muita raiva por ter esses sentimentos essas coisas que muitas vezes perturbaram minha mente.Por tanto o abuso sexual na infância é sim um grande contribuinte se a pessoa se tornara gay ou não.

    ResponderExcluir
  16. Eu sou gay e nunca fui abusado na infância (que eu saiba) e nunca tive nada me levando pra esse caminho. Aconteceu naturalmente. Essa é mais uma das tolices que os ignorantes, que se acham experts no assunto, como os evangélicos, dizem.

    ResponderExcluir
  17. TÁLVES AS CRIANÇAS Q FORAM ABUSADAS NA INFâNCIA POSSAM SIM SER GAY QUANDO ADULTOS!


    MAS EU ACREDITO QUE NÃO EU POR EXEMPLO NÃO TIVE NENHUM TIPO DE ABUSO QUANDO CRIANÇA E DESDE OS DEZ ANOS NOS PRIMEIROS DESEJOS SEXUAIS SEMPRE OBSERVEI E DESEJEI OS MEUS PRIMOS Ñ TINHA CORAGEM DE CONTAR A NINGUÉM E ATE HOJE ESCONDO ESTE MEU LADO GAY EMBORA ALGUMAS PESSOAS A MINHA VOLTA JÁ DESCONFIAM, MAS NEM ME IMPORTO COM ISSO
    SIGO NORMALMENTE MINHA VIDA MAS NÃO GOSTO DO QUE SOU.
    MAS COMO NÃO TEM COMO VIRAR HOMEM FAZER O QUE NÉ!

    ResponderExcluir
  18. Olá tenho 19 anos e quando tinha seis anos fui abusado por um vizinho e amigo da familia. Bem nessa época, meus pais me ensinaram o que é ''certo'' e o que é ''errado''. No caso, sexo com homens é errado. Somos em cinco irmãos homens e nenhum de nós somos gays. Mas para piorar minha situação, meu irmão mais velho, tambem começou a abusar de mim, desde que eu tinha nove anos de idade. Desde então tenho desejos sexuais por homens, apesar de não ter nenhum comportamento homossexual, eu sinto desejo por homens e por mulheres. Eu não quero ser gay porque minha familia não me aceitaria e por que eu não aceito esse tipo de comportamento. Estou fazendo sessao com psicóloga e acho que posso melhorar minha auto-estima. Não tenho nada contra pessoas que são gays, só não aceito o comportamento delas, nem todos são assim mas, alguns são bem ''atirados'' não podem ver um homem que já vai passando a mão (Eu tive um amigo assim, e tinha nojo do comportamento dele). Enfim, no fundo eu sei que não sou gay, pq me interesso por meninas, o que ficou em minha mente, foi o desejo, que com certeza um dia vai acabar.....Abraços.

    ResponderExcluir
  19. por q achar uma desculpa, pra uma coisa q vc faz por prazer? nao acredito q uma pessoa possa ser homossexual devido molestia ou coisa parecida, acho q ninguem nasce sendo gay, mas se torna um por opção, e de alguma forma quer ser aceita pela sociedade, e aí vem os motivos. todos tem uma desculpa, pra se justificar. cada um é o q é, e as vezes vc msm nao aceita ser o q é... entao faça o certo...Deus fez homem e mulher...orgias quem fez foi o homem pra se dar prazer!

    ResponderExcluir
  20. Nunca sofri abusos nem tive brincadeiras sexuais com ninguém durante a infância. Não acredito que esses atos CAUSEM a homossexualidade, mas podem ser fatores para "despertar" esse comportamento.

    Velho, abuso com crianças é algo muito desprezível mesmo, especialmente vindo de um adulto e PARENTE. Quem sofre, fica anos com traumas e pode desenvolver uma série de problemas. Queria saber se o agressor frequentemente sofre de algum distúrbio porque esse abuso é tão repudiado pela sociedade que ninguém deveria fazer isso em sã consciência.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  21. alguem pode me responder isso ? so falando a verdade ? emfim,quando eu tinha 5 pra 6 anos fui abusado sexualmente por um adolescente e como eu era criança eu era muito inocente e n sabia oq era isso direito emfim isso só foi um dia pra nunca mais o tempo passou e 3 meses depois pensando q isso era certo fiz a mesma coisa com outros colegas meus um pouco mais novos q eu (5,6 anos)mais tipo n pedi pra eles fazerem comigo pois eu achava nojento mas pedi pra eles fazerem com eles mesmo induzindo da mesma forma pois eu era criança e eu achava isso certo eles tmb pensavam q isso era normal,o tempo passou e sempre gostei de meninas sem discussão,tenho meu 13 anos e fico com algumas garotas,quando to com amigos fico com mais atitude pra falar com uma menina e tals mais um tempo pra ca eu estava assistindo algo na Tv ai meu cérebro começou a questionar minha sexualidade,do nada,tem vezes q eu esqueço isso e volta tudo normal mas algumas vezes volta pra me assombrar e serio mesmo n quero virar gay pois homem q é homem tem q pegar mulher e eu sempre pensava isso agora minha mente tá me desafiando,me fazendo achar q eu gosto de homens sera q eu vou virar gay ? n quero mesmo sempre foi minha natureza querer mulheres,me ajudem namoral

    ResponderExcluir

#HTML10{background:#eee9dd ;}