Google+

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Indecentes

    Algumas pessoas com quem converso, gays inclusive, afirmam que se sentem envergonhadas pelo comportamento do grupo, dada a 'promiscuidade' no nosso meio. Suponho que eles tomam como base o que veem em lugares como bate papos, ou o que chega até eles por meios estereotipantes e distorcivos como a TV ou até por pessoas desinformadas, altamente influenciáveis.

    Eu acredito que o homem é um animal promíscuo por natureza, já que o sentido da vida é a perpetuação da espécie. Portanto, o sexo, como necessidade fisiológica, se torna uma prioridade quando a vida está confortável. Temos casa e comida farta, então procriemos. A razão impede, pois, de nos tornarmos coelhos com 20 filhos por mulher e o sexo agora tem fins de lazer, não mais a perpetuação da espécie exclusivamente.


    Nos bate papos da vida, as pessoas estão, provavelmente com o pau duro numa mão e outra no teclado. Mesmo sendo, possivelmente, pessoas interessantes (bem no fundo), esse não é o momento mais adequado para ter um papo cabeça com um estranho. Os frequentadores de bate papos tem como prioridade, naquele momento, uma diversão. Não somente nas salas exclusivas para gays, mas também nas salas para héteros, o comportamento é o mesmo. 

    Muitos pensam que os gays são mais promíscuos porque o bate papo é o único meio de contato com outros gays.

    O sentimento que existe entre gays é ofuscado pelo problema da dificuldade de exposição. Você não vê casais gays trocando carinhos no meio da rua, sob o risco de serem alvo de chacota ou agressão. O medo de se relacionar de uma forma estável também é um problema.

    Eu me lembro uma vez, estava num ônibus e no ônibus do lado subiu um casal gay. Eu via pela janela. Tudo que fizeram foi sentarem-se um ao lado do outro e um deles repousou a mão em torno do pescoço do outro, como se estivesse abraçando. As pessoas que estavam atrás do casal começaram a rir, e um primitivo senhor que estava no mesmo ônibus que eu, proferiu palavras de provocação. Deixei para lá pois na época eu não me importava com militância. Mas ao ver aquele casal eu fiquei cheio de esperança. Era um carinho sincero que transparecia, apesar de todos os riscos. Sem falar que os dois eram muito bonitos.

    Convido os leitores a assistir esse documentário, de uma série que eu acho ser uma das três coisas  decentes da Globo (Mais Você, Video Show e O Clone). O Profissão Repórter da semana passada foi a bailes funk e micaretas ver o comportamento dos 'jovens'. Daí, surgem incoerências, que implicam em perguntas:

    Será que somos mesmo mais promíscuos que os 'héteros normais'?

    Será que o gay promíscuo não é comparado à mulher promíscua, e repudiado?

    Será que o comportamento promíscuo no homem hétero é desejável?

    Será o machismo inevitável, mesmo entre gays?

Um abç e bom final de semana =) 


47 comentários:

  1. Home, essa nossa conversa rendeu um texto, hein?
    hahuauhauahuahauhauhauh
    apareça, to sentindo sua falta no msn!
    abraço!
    superboy

    ResponderExcluir
  2. Rapaz sou seu fã cada vez vc se supera mais com post bem pensados e inteligentes parabéns

    ResponderExcluir
  3. Esse assunto é bem complicado mesmo... eu acho que o conceito de gay promíscuo vem principalmmente dos gays que estão no armário, que no geral, são tímidos e não procuram sexo por sexo: procuram um companheiro. Então, se você é tímido e não assumido, quais são as formas de encontrar um namorado? São três opções: você pode sair de casa e encarar um local GLS (balada, bar,...); você pode usar a Internet (BP, sites de relacionamento,...); ou pode deixar o acaso agir. Acontece que a maioria escolhe o meio mais fácil, mais anônimo, e consequentemente mais cruel: Internet.

    Eu acredito que o homem - gay ou hétero - é promíscuo por natureza. Escolhemos muito, e sempre queremos mais e o melhor. E no quesito sexo, infelizmente, é a "cabeça de baixo" quem manda! rsrs!

    ResponderExcluir
  4. Opa Peter!

    Também acho que essa ideia de promiscuidade vem dos caras do armário. Mas discordo que estejam procurando por um companheiro na maioria dos casos ou que sejam tímidos.

    Se fosse um investimento de longo prazo, seria mais inteligente sair do armário para procurar por um companheiro em lugares mais 'educados'.

    Para os que estão escondidos no armário, o propósito de se relacionar com homens é achar parceiros temporários para sexo de urgência e continuar com a vida de 'hétero normal'.

    abç =)

    ResponderExcluir
  5. Aí é que está... o próprio armário é segmentado... dentro podem existir os tímidos, assim como os do sexo de urgência, assim como vários outros tipos de gays...

    Concordo com você que seria muito mais inteligente se libertar dessa "prisão", mas ser aceito ainda é um dilema. Família, amigos, trabalho, e por mais benefícios que vão surgindo pra nós gays, mais ódio da oposição também surge...

    Pode parecer ilusório, mas acredito também que muitos por aí têm uma vida dupla: uma dentro do armário com seu companheiro fixo, e uma fora, como hetero (digo no sentido de não se assumir, e não de ser casado com alguém do outro sexo). É viver na mentira isso? Não sei, depende do ponto de vista...

    Quanto a Internet, como disse antes, é cruel. Mas existem exceções, e boas exceções. Até mesmo no bate-papo, por incrível que pareça!

    []'s

    ResponderExcluir
  6. É minha primeira vez aqui e como estou no armário acho que posso ajudar um pouco. Já falei a duas pessoas sobre a minha sexualidade tenho 19 anos estou estudando e sou totalmente dependente dos meus pais só por isso não revelo sobre a minha orientação sexual. Claro que existe gays promiscuo da mesma forma que existe heteros promiscuos cada um é cada um sou contra a ficar julgando e apontando o dedo no outro. não acho que sejamos mas promiscuos do que os heteros apenas uma relação homoafetiva da mas trabalho por serem dois homens mas ao meu ver que ama mesmo não traí além de ser uma falta de lealdade quanto ao machismo ele ainda domina o mundo está acabando porém o processo parece ser lento. Ass: Carlos

    ResponderExcluir
  7. Também gosto do Profissão Repórter apesar de as vezes ser chato ,cansativos e com temas que não me interessa porém é muito bem feito o chato é a hora muito tarde.

    ResponderExcluir
  8. /\ Contente-se querido: Globo só passa seus bons programas (aliás, ótimos) em "Altas Horas" da noite/madrugada - com perdão ao trocadilho proposital!

    Quanto ao tema: penso que você pode ser promíscuo (com responsabilidade crianças! Camisinha SEMPRE) e ser fiel... Explico com meu exemplo; quando estou solteiro eu, digamos, enfio o pé na jaca mesmo e dane-se se vão me taxar de galinha ou isso ou aquilo... Mas quando estou namorando, me dedico integralmente a essa pessoa, pois pra mim se você está num relacionamento dito sério, é pq quer, então não tem pq trair... Enfim...

    ResponderExcluir
  9. Voce é ativo ou passivo?

    ResponderExcluir
  10. Isso realmente faz diferença? Mas sou ativo, se precisa saber...

    ResponderExcluir
  11. Ôpa... olha o post que surgiu do nada enquanto a gente trocava idéia! hehhehe..
    Bem, falando de promiscuidade, tb defendo o ponto de vista que todos nós temos um pouquinho dentro de nós. Na internet, a coisa é mais banalizada, afinal como vc disse, é lá onde a gente busca alívio fácil e rápido. Talvez seja por isso que seja difícil encontrar alguém pra papo, algo interessante, além da punheta costumeira [garimpando MUITO se acha de vez em quando!]. Quanto a visão que os outros têm dos gays, acredito SIM que é um resultado dos próprios gays. Basta vc ir numa balada gay, pra ver que em média uns 70% dos presentes parecem ter necessidade de aparecer - seja falando alto com vozes estranhas, ou na maneira de se vestir, ou de dançar... Claro que héteros tb buscam aparecer de outras formas, e particularmente acho desnecessário de ambas as partes. No armário a promiscuidade é mais velada, acontece e acaba rápido e tem que ser o mais discreta possível, sendo assim,não acredito que a promiscuidade gay seja em grande parte derivada dos habitantes dos armários. Enfim, vejo a promiscuidade gay da mesma forma da hétero, mas só acho que o fato de sermos uma minoria, a questão fica mais evidenciada.
    Gustavo - Recife.

    ResponderExcluir
  12. Eu acredito que para toda ação sempre haverá uma reação o mundo ainda não está habituado a gestos de carinnhos entre homens, sendo eles homos ou não, a promiscuidade faz parte sim do na natureza humana, todos temos desejos mas acho que vai de cada um saber respeitar o parceiro.

    ResponderExcluir
  13. Maviaelson, a pergunta era para o NB

    ResponderExcluir
  14. Você não foi específico, e sua pergunta ficou logo abaixo do meu posto, então... Sorry pelo engano...

    @Gustavo
    Sou de Recife também!!! \o/\o/\o/

    ResponderExcluir
  15. @anonimo
    #descontração huahsuahushahuausha
    Acho que se definir como atv ou pass é mta inocencia. Umas das vantagens de ser gay é poder explorar outros papéis e não cair na monotonia como nos relacionamentos héteros.

    ResponderExcluir
  16. nada ver esse cometário com o tópico afinal é sobre ser promiscuo ou não mas já que tocam no assunto ser passivo ou ativo na minha opinião não é tão importante acho mais interessante deixar rolar a brincadeira e se descobrir dia a dia eu comecei sendo ´só passivo hoje sou ativo passivo bem versátil mas com meu namorado sou atualmente só ativo e já faz 2 anos de namoro mas vale a brincadeira deixar rolar as experiencia e o sexo fica mais interessante afinal o objetivo é amar e lazer hehehehe abraços a todos ADORO esse blog quem quiser dar uma passadinha no meu lá vai o link http://ggatomacho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Olha só!!! o NB é versátil! hehehe

    Galera! Promiscuidade é foda!!! =( Acho que o pior da promiscuidade, pra quem está no armário, é ficar conhecido pelo outro! hehehe Aí a sua fama de gay vai só se espalhando!!!
    Já tive meus lances casuais... Banheiro de supermercado e talz... =X Mas nem foram tantos... E nem curto mto! Só quando estou muuuuuito na seca! hehehe
    Ontem pensei muito no que foi discutido aí acima, sobre carinhos no ônibus e essas coisas. Como é frustrante não poder abraçar seu companheiro!!! =( Me sinto mto mal com isso! Tem hora q dá vontade de chutar o balde!!!

    ResponderExcluir
  18. Chute o balde, e o pau da barraca também! Enfie o pé na jaca e tasque um beijão no seu amor no meio da rua, do ônibus, do shopping... Escancare as portas do armário e seja feliz... ^.^

    ResponderExcluir
  19. Realmente os programas legais da globo são bem tarde. Quanto ser passivo e ativo acho bem pessoal mas como falara a vantagem de ser gay é que pode tudo. Ass: Carlos

    ResponderExcluir
  20. Uau, adorei o tema mais uma vez! Parabéns, NB!

    Promiscuidade não é algo natural. De acordo com o dicionário, é ter vários parceiros sexuais. É claro que é do instinto animal se atrair e desejar alguém sexualmente, mas acho que promiscuidade vai muito mais dos princípios da pessoa. Você pode se interessar por alguém, sem que seja necessariamente o sexo.

    Acho complicado qualquer tipo de generalização. Assim como existem muitos (e são muitos mesmo!) gays promíscuos, existem héteros assim, na mesma moeda.

    O fato de criticarem os gays pela "promiscuidade" não passa de mais uma tentativa homofóbica de aumentar a intolerância. Por que não falam dos "héteros" dos baile funks, por exemplo?

    Outro motivo pra pensarem que gay é sinônimo de promiscuidade são os relacionamentos instáveis. Infelizmente, são poucos os casais gays que duram 5, 10 anos... parece que você é uma carne que te usam por uma semana e já perde o gosto (isso também vale para os héteros, mas muito disso é camuflado nos namoros, né?)

    Eu concordo com o Peter e Isso sim me desanima. E os gays que não querem só sexo? Como ficam? :(

    ResponderExcluir
  21. Atração por várias pessoas, o interesse por sexo até msm com desconhecidos que vemos passando na rua é extremamente comum e acontece com todos, solteiros ou casados. A atração pelo que nos agrada é inevitável... Já a promiscuidade é uma opção de vida ou uma doença... como o consumismo por exemplo. É possível sim ser um homem, sexualemente ativo e, apesar de todos os desejos do mundo, se enlaçar a uma única pessoa e criar um relacionamento sólido.

    Mas bem, porque isso não é o corriqueiro no meio gay e sim a excessão? Pq essa imagem de promiscuidade tão ligada ao mundo homo?

    Acredito que a resposta de tudo está na condição do não ser aceito socialmente. Em quanto vivemos no armário nos limitamos a poucos relacionamento expremidos entre a pratileira do edredon e a gaveta de cuecas. É extremamente complicado manter um relacionamento as escuras e viver isso apenas dentro de lugares reservadissimos. O sufoco que o contexto imprime no casal tende a destrui um enlaçe mais duradouro... E acredito que tambem seja a vida no armário que justifique o porque dessa imagem promiscua. Somos para as pessoas o que nos mostramos. Então, nos homo, somos o que mostramos pra sociedade, somo o sarado de sunga branca em cima do trio na parada gey, somos os loucos por sexo que se pegam com todos em uma boite... Somo o que o turismo homossexual vende: momentos intesos nos quais colocamos pra fora tudo o q o armário nos obriga a oprimir.

    ResponderExcluir
  22. Só uma pergunta: se vc tá no armário, pq tem uma foto sua no perfil? Ñ tem medo de verem e descobrirem?

    ResponderExcluir
  23. Alguem responde ele ou eu posso ser irônico?

    ResponderExcluir
  24. Perdão, tem alguma coisa ridícula na minha pergunta? Quis saber quanto à foto no perfil.

    ResponderExcluir
  25. Oi anônimo =)
    São mtas possibilidades para analisar antes:
    -Se a pessoa que me conhece também está no armário ela não contaria para ninguém com medo de levantar suspeitas.
    -Se não está, então se ela poderia fazer algum dano perdendo seu tempo para especular sobre mim com amigos em comum.
    -Se a foto do meu perfil é verdadeira.
    -Caso sim, se a estou identificável na foto.
    -Se as chances de alguém que me conhece visitar o blog são relevantes. Uma vez eu fiz as contas, são praticamente nulas rsrsrs Em BH, que é o caso mais provável, apenas 0,14% da população da cidade visitou o blog. Dentro desse número quem me conhece é ainda menos gente e eu poderia acrescentar mais um zero depois daquela vírgula.
    Portanto, não vejo motivos concretos para me preocupar (ainda) rsrs.

    No pior dos casos, se alguém descobrir, eu conto a indiferença das pessoas. Como você reagiria se eu fosse uma pessoa que você conhecesse?
    Um abç

    ResponderExcluir
  26. Certo, só que acho que vc está sendo um pouco inocente.

    Eu pensaria na possibilidade de chantagem. Calcule o estrago que essa revelação, dita de forma errada, causaria na sua vida e diga vc mesmo se está vulnerável ou não.

    "...ela não contaria para ninguém com medo de levantar suspeitas."

    Precisa se revelar? É só espalhar o boato de forma anônima pela internet.

    "...se a estou identificável na foto."

    Não conheço vc pessoalmente, mas acho que provavelmente sim. (Essa foto atual tá muito feia, desculpe, mas acho que daria para identificar.)

    Além do mais, sua família pode ter alguma desconfiança, pelo fato de vc nunca ter tido namorada ou outras coisas. Um indício só poderia ser suficiente. Vc conseguiria mentir, se fosse encostado na parede?

    ResponderExcluir
  27. Outra coisa: quanto ao bate-papo, será que não existe outro meio mesmo de conhecer outros gays? Já tentou redes sociais, como o socialman e o manhunt?

    ResponderExcluir
  28. Oi Anônimo
    Você me chantagearia caso me conhecesse? Acho que te entendi mal.

    >>"...ela não contaria para ninguém com medo de levantar suspeitas."
    >>Precisa se revelar? É só espalhar o boato de forma anônima pela internet

    Claro que não precisa se revelar, mas rumores sem fonte não tem credibilidade e a pessoa que ouve sempre pergunta 'como você sabe?'. É muito fácil especular sobre a vida das pessoas sem dizer no que exatamente vc está se baseando.

    >> Não conheço vc pessoalmente, mas acho que provavelmente sim. (Essa foto atual tá muito feia, desculpe, mas acho que daria para identificar.)

    Como citei, as chances são baixíssimas e provavelmente não terei problemas. Mesmo se o pior caso acontecer, estou na fase de não negar mais, fazendo uma transição lenta e segura entre modelos de vida.

    Se o pior caso acontecer, eu conto com a integridade da pessoa que me descobrir e a sensatez de avaliar que chantagem é crime, além de avaliar se eu não contratarei um matador de aluguel. Digo... ahsuahsauuah

    Quanto ao manhunt eu criei uma conta lá sim, mas não levei pra frente. É um serviço pago se não me engano e a parte gratuita deixa muito a desejar.

    Eu penso em boites. Fui em uma e gostei muito, pretendo voltar. Em breve, em breve. Ouvi falar de alguns clubes de sauna. Não sei como são o ambiente, ouço bem e mal, também gostaria de ver por mim mesmo.

    Um abç.

    ResponderExcluir
  29. Eu não te chantagearia, mas uma pessoa gorda, velha, feia, que não consegue arranjar parceiro, sei lá. Tem de tudo neste mundo. Ao que parece vc já está com um pé fora do armário, então não tem muito com o que se preocupar. Certo, então. ^^

    O socialman é gratuito, mas parece que ainda é meio novo. Tb já ouvi falar bem e mal de lugares frequentados por homos. Ah, o velho clichê da sauna gay...

    ResponderExcluir
  30. "Eu não te chantagearia, mas uma pessoa gorda, velha, feia, que não consegue arranjar parceiro, sei lá."

    uAHAuhaUAHuAHAuh
    Eu ri muito! Não pude deixar de externar isso...

    ResponderExcluir
  31. Eu já tentei redes sociais - ManHunt, Disponível - e olha, a diferença do bate-papo é que ao invés de te julgarem pelo nickname, te julgam pela foto, sem ao menos ler o seu perfil para procurar afinidades. É claro, assim como numa balada ou bar, você só se aproxima de uma pessoa se a imagem dela te atrai, mas nesses sites a audiência maior é no corpo - de preferência semi-nu, melhor ainda nu-ereto. Como li em outro blog, site de relacionamento gay infelizmente é apenas para pegação, não para namoro.

    Mesmo assim, ainda tenho um perfil nesses sites. Quase nunca acesso, só o tenho pois como disse anteriormente, acredito nas exceções, nas boas exceções.

    ResponderExcluir
  32. Eu de novo! Estava olhando esse site que não conhecia, SocialMan, e já tomei um susto logo de cara! O slogan é "Participe da comunidade do sexo" e todas as fotos do destaque são eróticas! Precisa dizer mais alguma coisa, rsrsrs! Passo!

    ResponderExcluir
  33. Peter,
    Tem uma rede social que está a passos largos de virar um Manhunt da vida: o Last.fm.

    É incrível como tem gay naquela porra uhauhauhuauhaauh. E convenhamos... é uma baita rede social para quem curte música!

    O problema é que até lá você encontra uma gurizada apenas interessada em pegação. E a desculpa pra dar um chega é "você tem um bom gosto musical. É de onde? Msn?".

    Não gosto de monólogos assim... eu sou gay, porra! Gosto de conversar sobre absolutamente tudo. Antes de um namorado, eu quero um amigo, um parceiro. E pra mim, não basta SÓ um pau grande e ereto, muito menos um tanquinho.

    #desabafo

    ResponderExcluir
  34. Gosto muito do seu blog,vou segui-lo...

    ResponderExcluir
  35. @Norris

    Valeu pela dica Norris! Eu já conhecia o Last.fm de nome, e pelo que você falou tá indo no mesmo caminho do quase-falecido MySpace, rsrs! Neste tinha muito gay também...

    Eu também não suporto monólogos... já tive vários contatos no MSN que quando não escreviam uma única palavra, ficavam na onda dos emoticons... assim, não rola, rsrsrs

    ResponderExcluir
  36. cara se vc está infeliz dentro do armário vc tem sair dele pq agente só pode fazer aqui que podemos quado a situação não nos beneficia mais!!!!

    ResponderExcluir
  37. O objetivo primordial da relação homossexual é o prazer. E o prazer não tem limite.
    A promiscuidade é apenas a busca por um número maior de parceiros e por consequência, de prazer...

    ResponderExcluir
  38. O objetivo primordial da relação homossexual é o prazer. E o prazer não tem limite.
    A promiscuidade é apenas a busca por um número maior de parceiros e por consequência, de prazer...

    ResponderExcluir
  39. Em relação ao q PETER disse...quem procura sexo,sexo e sexo..nao procura amor! nao procura relacionamento, procura sim,pegação, unica e exclusivamente!

    ResponderExcluir
  40. PROMISCUIDADE ORAS É ASSOCIADA POR PURO PRAZER OU DA PESSOA MAL RESOLVIDA O PLOBLEMA NÃO É GAY!!EXISTEM GAROTAS VADIANDO MUITO MAIS QUE UM GAY VC QUE IMPOEM SEUS LIMITES Q A NATURESA NOS DISPOEM

    ResponderExcluir
  41. Dimitri - Salvador/BA.7 de dezembro de 2011 07:25

    N.B.
    Acho q vc esta certíssimo. Faça uma transição lenta e gradual. Sem estardalhaços ou rompantes. Da mesma forma q um garoto leva as primeiras namoradinhas como amigas pra casa, va acostumando seu pessoal com seus amigos "com privilégios". Afinal, é isso que é um namorado. Um amigo íntimo, com compromissos e privilégios.
    Estão falando da possibilidade de que "descubram" q vc é gay, como se vc fosse nazista, assaltante, pedófilo ou outra coisa ilegal. Não entendo como algo tão simples e sem importancia assume essa dimensao. Q diferença faz saber se meu vizinho vai pra cama com garotos ou garotas? Pra mim, nenhuma. Me tornar refem de uma pessoa q ouviu falar, ou teve conhecimento q me interesso por outras caras .....faz-me rir! Se uma pessoa perde seu tempo com bobagens como essas, essa pessoa definitivamente tem pouca ou nenhuma importancia. As pessoas importantes ou interessantes, estão cuidando das suas vidas, dos seus negócios, dos seus hobbies, dos seus esportes, dos seus compromissos, dos seus cães, dos seus filhos e etc.... pois teêm algo em comum: são bem sucedidas. As outras pessoas? Bem, são apenas outras pessoas. Quanto à promiscuidade, não tenho a menor dúvida: é um fenômeno eminentemente masculino, que cresceu por conta do aumento da população, pela demanda reprimida (no caso dos gays), pela facilidade dos meios de comunicacão e, pra ser sincero, pela enorme quantidade de gente bonita e desejavel q circula por aí. Há 30, 20 anos, as pessoas não se cuidavam como hoje. Não se viam meninos e meninas lindos como hoje se vê. O apelo erótico, a seducão, a sensualidade está a nos provocar a todo instante. O desejo nasce rápido e quer se renovar. Se temos saúde, tezão e tempo, porque não aproveitar? Afinal, q garantia temos q amanhã vai ser assim? A promiscuidade tambem vem da curiosidade, do gosto pelo novo, pelo diferente, pelo inusitado. Ser homo ou bi, por si só já explica a opcão pelo incomum. Por isso tambem choca os conservadores, que preferem a mesmice, o comum, o "morno".
    Tô virando analista. Acho q vou mudar de profissão, destruir esse armário - esse tipo de The Wall, do Pink Flyod, e mudar de vida. Kkkkkkkkkk.
    Aproveitem a vida, rapazes. Ela não vem com prazo de validade.

    ResponderExcluir
  42. "O sentimento que existe entre gays é ofuscado pelo problema da dificuldade de exposição. Você não vê casais gays trocando carinhos no meio da rua, sob o risco de serem alvo de chacota ou agressão. O medo de se relacionar de uma forma estável também é um problema". Fosse assim amigo as lésbicas também seriam tão promíscuas quanto os gays, já que também não têm liberdade de expor suas carícias em público ou serem aceitas na família. No entanto elas mantêm relacionamentos estáveis num número exorbitantemente maior que os gays mantêm. O problema, na verdade, é que nem os próprios gays conseguem assimilar essa cultura devassa que existe e sempre existirá no modo de vida de 99% dos homossexuais masculinos, devido à pressão de uma sociedade conservadora. E em se tratando de visibilidade na sociedade, gays são perseguidos não pelo fato de serem promíscuos, e sim por serem gays, já que são poucos os gays que assumem viver uma vida promíscua.

    ResponderExcluir
  43. caramba, li todos os comentarios acima kkkk estou impressionado!!! Está sendo um divã psicologo, tem me ajudado bastante, agora me entendo.. agora entendo a fascinação de entrar nestes bate papos a toa da vida!!! Fico mais no lenga lenga e não parto para algo concreto!! Vivo no meu mundinho hetero!! Eu q até pouco tempo atrás era muto feliz, alegre, comunicativo... agora tenho me tornado uma pessoa mais introspectiva.. fechado.. sério... timido.. vivendo dentro de uma realidade q eu mesmo estou construindo para mim!! não se pode, mas adoraria ser amigo de MSN de pessoas como eu, mesmo q nunca troquemos fotos/imagens, só gostaria de um amigo e ajudá-lo tb!!! MSN um_amigo_anonimo@hotmail.com

    ResponderExcluir
  44. Bom, acho q vc se chama NB não sei ao certo. Li algumas postagens suas e achei bem interessante suas indagações, principalmente por me parecer q vc tem tão pouca idade. Li sobre a cauda da homossexualidade, dicretos, indecentes entre outras postagens suas. Senceramente curti bastante pelo pouco q pude ler.
    Gostaria muitos se todos os gays fossem tão críticos e refletissem tão bem sobre seu grupo e sua sexualidade...
    Mesmo com suas dúvidas vc consegue ser coerente. É um alívio saber q não há ningém tão só no mundo. Meus parabéns!
    Ah! Me chamo Leonardo sou do Rio. Um grande abraço e tenha uma ótima semana ae falow!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heeey, obrigado pelas palavras! =)
      Olha que existem muitos gays por aí tão críticos quanto eu. É só se dar a oportunidade de conhece-los.
      Abç!

      Excluir
    2. Leonardo, embora se fale muito em comunidade e guetos, acho que a mídia e o senso comum empurram uma imagem de que os gays são todos iguais ou parecidos.

      Se você voltar a ler o blog e seus comentários - e ficaria muito feliz com isso - vai perceber a diversidade de mentes e opiniões dos leitores.

      Existem pessoas muito parecidas e muito diferentes de você e de nós, no mundo. Basta procurar.

      Um abraço!

      Excluir
  45. Acho que já comentei sobre isso, mas aqui vai minha opinião: também tenho essa impressão de que os gays são bastante promíscuos. Fica a dúvida se são tanto quanto ou mais do que os homens héteros. Acho que só fazendo um censo pra saber.

    Eu imagino que a resposta da questão está no homem. Pelo que dá para perceber, ele é igual em todo lugar, até mesmo quando não é o hétero "machão". Só tem uma diferença: o hétero promíscuo é "pegador", enquanto o homo é "indecente".

    Abraços.

    ResponderExcluir

#HTML10{background:#eee9dd ;}