Google+

quinta-feira, 17 de março de 2011

Continuando...

    O que leva tantos homens a iludirem mulheres quando eles tem certeza da sua sexualidade? Eu posso dizer que estava confuso e que queria experimentar, mas no fundo aquilo era só uma amizade que eu falhei em identificar. Se eu tivesse ido a fundo com essa história, eu me tornaria uma pessoa sexualmente frustrada por ter que encarar uma vagina com uma freqüência maior que eu gostaria (gostaria nunca pra ser sincero). Viveria uma vida mal realizada e desperdiçaria minha juventude ao lado de uma pessoa que não me satisfaz completamente.
   Viver uma vida que não corresponde as suas expectativas, namorar alguém porque é conveniente ou porque você aparece melhor para os seus amigos e família não é a solução.
   Tenho um amigo que não podia ser mais indiferente quando se refere a sua namorada. Pergunto dos planos para o futuro com ela e mesmo assim ele não se anima. Lembro que uma vez ele citou seu pai quando disse alguma coisa do tipo ‘não está na hora de você arrumar uma namorada?’. Isso torna mais fácil de entender o porquê eles ainda estão juntos. Nem sexo rola. Sério, o garoto tem 21 anos e é virgem. Mas para quem olha de fora eles são apenas mais um casal de pessoas ‘normais’. Quem olha de perto, é uma relação baseada puramente na conveniência.
   Infelizmente os caras do armário falham em perceber que uma relação com mulher é ruim para os dois lados, alguns se consideram mártires por estarem suportando o sofrimento em prol da namorada quando na realidade ele só está transferindo sofrimento e inquietação para a parceira. Ela se sente rejeitada, mesmo sendo uma pessoa extraordinária e quem deveria tentar achar alguém que lhe desse o devido valor. Poxa, a mulher também tem sentimentos, pelo incrível que pareça. Acho que ninguém merece basear, talvez uma vida inteira, numa mentira. 

    A vida é realmente muito curta para passarmos tanto tempo fazendo o que não nos agrada. Não quero cometer o erro de fingir ser alguém que não sou ou fazer coisas que não gosto. As pessoas são livres para fazer o que quiserem da vida delas e não há nada mais triste e patético do que chegar aos 40 e perceber que perdemos as oportunidades das nossas vidas. Eu seria hipócrita ao deixar um recado para meus leitores viverem felizes e saírem por aí fazendo o que quiser sem se preocupar com a opinião dos outros. Eu, infelizmente, ainda sou muito dependente dos meus pais (financeiramente) e meus amigos são todos ‘héteros’ (emocionalmente). Mas tenho na cabeça o que quero da vida e acho que essa é a parte mais difícil para quem está no armário. Não há nada melhor do que decidir isso enquanto ainda somos jovens e podermos curtir a vida com tudo o que ela tem para nos oferecer. Por isso estou fazendo essa transição de modelos de vida, mas a faço de maneira gradual e segura.
Um brinde a nossa curta vida.
Até.

11 comentários:

  1. Gostei da parte (de todas na verdade) da "transição de modelos de vida", e acho que é o mesmo que estou fazendo na minha.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Também já tive um relacionamento com uma garota. Foi curto de somente 3 meses, porque não aguentava mais ter que mentir, me enganando tentando fazer o que não me dava prazer e principalmente enganando-a também. Homossexuais que namoram garotas, fingido ser héteros são extremamente egoístas e falsos, duas das piores características na qual um indivíduo pode ter.

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que eu sempre muito maduro e decidido sobre isso, me lembro de que na infância eu nunca lavava de que iria me casar. Até me chamavam de padre, você vai ser padre...
    Sempre soube de minha vocação, identidade sexual e por ter um temperamento forte tenho a boa maneira em repelir as pesoas, não sou comunicativo, amigos me faltam e imagine um namoro? Vou viver sozinho, não sei se é por causa do mei signo, sagitário,que ama a liberdade, não vêm a traição com traição. Viver com minha família já é conflituante, imagine eu constituir um lar?...

    ResponderExcluir
  4. Novo leitor... Lí todos os posts e cheguei aqui. Para mim só foi um prova que nós podemos ser bissexuais de origem... Você de uma forma se sentiu atraído por ela ao ponto de pensar se valia a pena. Não vamos ser hipocritas e dizer que mesmo sendo gays nunca nos sentimos atraídos pelo sexo oposto.

    Adorando o blog

    ResponderExcluir
  5. Não vamos ser hipocritas e dizer que mesmo sendo gays nunca nos sentimos atraídos pelo sexo oposto.[2]

    Ja arrastei um namoro hétero de 1 ano... sem sexo claro... mas por varios motivos terminei... nao era pra ser, eu gosto mesmo é de homens...

    ResponderExcluir
  6. Não vamos ser hipocritas e dizer que mesmo sendo gays nunca nos sentimos atraídos pelo sexo oposto.[2]


    Exatamente..Não sei se isso acontece com a maioria, mas eu apesar de ser gay e gostar do mesmo sexo, eu tb consigo achar uma garota linda, e amar. Isso na verdade acontece comigo atualmente. Gosto muito de uma garota, e ela também me ama,mas não posso ter uma relação de namoro e tal pq sei q não tem futuro. Eu já fui bem sincero com ela em relação a isso, ela sabe q sou gay, mas quer muito tentar e ver o que acontece se começarmos a namorar. E ai isso eu não quero pq sei q não serei completo e ainda pior, farei uma pessoa q amo sofrer com todo o envolvimento e tal.Eu na vdd sou como homem msm, gosto de mulher, até consigo me envolver, mas não sentido tesão. É estranho, mas é isso e por isso prefiro não me envolver e nem enganar ninguém. Já em relação a homem, ai sim é completo, sentimento, achar bonito, tesão, enfim...Enfim, não gosto de rótulos nenhum, mas não sei se sou gay, bi ou sei lá o q,rs.Isso acontece com mais alguém aqui?

    ResponderExcluir
  7. eu estou vivenciando algo muito perturbador,
    estou namorando ha 4 meses, mas no fundo eu sinto atração por homens, não tenho coragem de assumir isso com ninguem, talvez seja a primeira vez que me expresso a respeito disso...
    quem quizer conversar e trocar experiencias me add no msn...
    vitoralmeida89@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Anderson eu não me sinto nem ump ouco atraído pelo sexo oposto e sou gay achu que uma coisa não tem nada haver com a outra meu rei abraços !

    ResponderExcluir
  9. Eu conheci um cara que me dava o maior mole. Ele se fazia de machão, provavelmente por influência da família e dos amigos. Mas quando não estavam por perto, eu reparava que ele olhava para outros homens (inclusive eu). Hoje ele tá namorando uma menina. Coitadinha, comprou gato por lebre. Vamos ver quanto tempo dura...

    ResponderExcluir
  10. Em alguns casos, acho que existe um misto de "não se conhece bem" e "é mais fácil ser hétero". Em alguns, a descoberta chega mais cedo (tem uns que já nascem sabendo), em outros, só mais tarde (meu caso).

    Acredito que exista um gradiente entre o 100% homossexual e o 100% heterossexual, em que há muito mais gente no meio termo do que nos extremos. Penso que, nos casos de gays que mantém relacionamento com mulheres, eles devem estar se apegando nesses 10% de atração pelo sexo oposto para manterem o relacionamento. A princípio, pode parecer mais fácil ser um cara "normal", mas reprimir os sentimentos diariamente por anos e anos... não acredito que compense.

    A vida é curta para ficarmos fazendo algo que não nos agrada, como bem disse o NB. Uma coisa é ser o mártir quando a vida te coloca nessa posição. Outra coisa é procurar, voluntaria e desnecessariamente, uma vida difícil e de benefícios/vantagens duvidosas.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Esse seu texto, com a continuação, é um dos melhores do blog!
    Parabéns!

    ResponderExcluir

#HTML10{background:#eee9dd ;}