Google+

sábado, 5 de março de 2011

Amores héteros e etc

   Dizem os experientes que a maior burrice que um gay pode fazer é se apaixonar por um hétero. Mas quem nunca teve seu amorzinho ou quedinha por um hétero?
   Acho que sempre começamos assim, algum colega de turma, de trabalho ou até amigo próximo que nos provoca aquela sensação de não saber o que fazer.
   É sempre um duro dilema fazer alguma investida ou não. Considerar a perda da amizade ou estragar o bom convívio no local de trabalho é um alto risco para considerarmos antes de pensar em fazer qualquer coisa, e falo isso por experiência própria. Fui apaixonado pelo meu melhor amigo por vários anos e sofria muito quando ele me contava de suas paixões por garotas. Tive que me afastar dele por um tempo para ver se minha obsessão pasava, e felizmente passou. Foi bastante duro ter que evitá-lo sem um motivo convincente, mas era preciso.
   Acho que assim me sinto melhor. Não o vejo com tanta frenquência e não nos falamos mais tão frequentemente, apenas em algumas ocasiões em que saímos com amigos em comum, ou quando nos esbarramos na faculdade. Me soa como um tanto de inocência por ele não ter percebido minha queda por ele. Mesmo que eu interpretasse o amigo hétero tradicional muito bem, eu sempre dava dicas pra ele sobre minha sexualidade. Ou talvez ele fingia que não sabia de nada. Sabe-se lá. Talvez algum dia eu abra o jogo com ele. Já não tenho muito o problema em perder a amizade.
   Mas e quanto aos homens do local de trabalho ou estudo, como saber se curtem? Não há como. Geralmente os mais simpáticos, com gostos para pop e alguns programas de Tv em específico podem dar uma pista. Ou se você sentir que realmente está rolando um flerte talvez rolasse arriscar.
    Ultimamente estou vivendo mais a filosofia do 'que se foda'. Morando sozinho, com 2 amigos em BH, não devo nada pra ninguém e também posso escolher minhas amizades. Ainda me pergunto porque insisto em viver a fantasia do mundo hétero. Acho que esse ano será de descobertas e realizações sobre mim mesmo, pois estou mais consciente da minha sexualidade. Já tentei muda-la e falhei. Por isso mesmo, aceito-me da forma que sou, aceito os outros e quero ser feliz.
E bom final de semana!

Até.

45 comentários:

  1. hahaha gostei do post ..
    sou de BH tambeem :)
    acho que tu devia se soltar mais . rsrs ficar vivendo um papel que n é seu ,pode ser confortavel agora, mas pra frente a gente nunca se sabe .
    Flwss , Abraaço !!!

    ResponderExcluir
  2. Caro NB,

    Poucas vezes conseguimos expressar o que realmente sentimos, se o que sentimos vai contra a corrente de o que a sociedade julga como "correto", nesse interim podemos associar os nossos gostos e experiências pessoais, sejam eles de cunho religioso ou mesmo condição sexual, entre outros.
    A questão é que proponho a você uma reflexão sobre você somente. Não se é inferior por opção entre "a" ou "b", e até por "a" e "b"! Mas tranquilidade, um dia, e é qualquer um desses, você vai conseguir olhar para todos sem o peso na consciência que invariavelmente carregamos, um peso que significa culpa, sujeira, asco...
    Todos esses adjetivos são alimentados por pessoas mesquinhas, basta que estejamos prontos para não aceitá-los.

    ResponderExcluir
  3. Caros.
    Obrigado pelas palavras. Não pretendo ficar vivendo papéis que não me satisfazem =)Mas também não posso sair me revelando pras pessoas, tenho que estar seguro de que estou bem comigo mesmo e com minha vida antes. Alfem, sim, e como é dificil de nos expressarmos às pessoas que nos realmente são importantes. O grande medo de sermos rejeitados é o que nos segura eu acho, ao menos comigo. Obrigado mais uma vez pelas palavras e até. =)

    ResponderExcluir
  4. N.B.

    eu sei oq tu esta passando.no seu caso é ainda um pouco melhor que o meu . pois eu ainda não consigo me aceitar . pra mim é mtu dificil ainda . não queria isso pra mim ! estou sem saber oq fazer da minha vida. penso que sou mtu jovem ainda para ficar sofrendo isso mas eu sempre penso no futuro e isso acaba me fazendo sofrer ainda mais =/
    Abraaço !

    ResponderExcluir
  5. Lucas, meu amigo. Não se deixe torturar por esses pensamentos. Eu sei que é difícil aceitar, meu último post é sobre exatamente isso. Pense o seguinte: pare de pensar que o problema é com você quando na verdade o problema é com o mundo. Não há nada de errado contigo. Eu passei a minha adolescencia toda negando o que me fazia tão especial. Não perdi tanto tempo pois ainda sou joven, 21 anos, e posso curtir muito da vida ainda. Só não faça o erro de negar para vc mesmo por muito tempo. Eu me arrependi de nao ter me aceitado mais cedo. Voce tem uma escolha, e ninguem te conhece melhor do que vc mesmo. A aceitacao comeca de dentro pra fora, como vc espera que as pessoas te aceitem se nem mesmo vc se aceita?
    leia o meu ultimo post, acho que vai te ajudar =) e reflita meu caro, espero tudo de bom e qqr duvida me escreva.
    abç

    ResponderExcluir
  6. Primeiramente PARABÉNS pelo blog. É ótimo poder ver e compartilhar experiências de vida com pessoas que vivem a mesma realidade do que a minha. Eu sou do RJ e tenho 24 anos (rs). Estou no mesmo patamar que você, pois ainda não tive a coragem de me assumir. Não sou afeminado. Eu me aceito totalmente e gosto muito de ser da maneira que sou, pois acredito que nós gays somos especiais, pois temos nossos sentimentos de forma intensa. Tenho medo de me assumir,pois nos que sentimos isso na pele sabemos o quanto é grande o preconceito da sociedade. Passei toda a minha adolescência com esse dilema; sair do armário ou não? Mês passado me assumir para minha melhor amiga que é uma pessoa super especial, e pedi para que ela não contasse para ninguém, pois ainda não estou preparado.Após terminado de contar, me senti tão relaxado e tranquilo como nunca. Parece que tinha tirado um peso de cima de mim e finalmente poderia ser totalmente verdadeiro com pelo menos uma pessoa no mundo, ou seja, seja eu de verdade e com a alma exposta. Infelizmente apesar dela ter entendido perfeitamente e me dado maior força e tudo, logo em seguida ela disse que ela super apaixonada por mim e não esperava isso, mas disse também que apesar de sofrer por saber sempre vai me apoiar em tudo pois para ela o mais importante é a minha felicidade sempre. Achei essa frase dela sensacional. Enfim, chega de texto grande, rs. É o difícil dilema que nós vivemos no mundo. Ao longo do blog comentarei sobre outras experiências vividas por mim e ultimamente cada vez mais intensas.

    ResponderExcluir
  7. Anderson, caro, vivi minha primeira experiencia de sair do armário ha 1 mes aproximadamente também. Porem minha amiga nao estava apaixonada por mim hahahha deve ter sido barra pra vc. E sim, quando somos verdadeiros com as pessoas temos mais assunto e fica muito mais facil pra elas nos entenderem e tal. Como vc disse, a alma fica exposta para que as pessoas vejam o verdadeiro vc. Obrigado pelo comentario.
    Abç

    ResponderExcluir
  8. N.B
    E ai cara, é um prazer poder comentar e escrever pra vc, eu sou de BH tbm, mais moro em outro estado.
    Eu tenho 18 anos, moro com minha mãe e não tenho meu pai (falecido a 8 anos).
    No meu caso desde muito novinho eu sentia atrações pelos meus amigos e confesso que ja consegui despertar o lado gay de alguns deles.
    minha vida na vddsempre foi muito corrida com relação a transformações, eu amadureci muito cedo pelo fato da morte do meu pai.
    Acabei me tornando sexualmente ativo aos 13 anos e namorando até os 15 com o o mesmo cara (escondido obviamente). E td o que devia passar, no caso do sofrimento, auto-aceitação... Tudo isso veio depois quando fiquei mais velho e comecei a pensar nas coisas que havia feito, aos 17 me assumi para meu irmão e minha mãe (que fingem não saber de nada por ignorancia ou desaponatmento)e a maioria dos meus amigos sabem tbm, mais as vezes prefiro assim, é menos pressão pra mim, esconder quem eu sou. Ultimamente estou com um garoto que é 1 ano mais novo q eu, ele tem o mesmo problema de família religiosa, pois a mãe dele é pastora e ele sofre com essa pressão familiar, mais eu não sei como ajuda-lo, e me sinto um inútil de mãos atadas. Não vou força-lo a se assumir pq acho que td tem sua hora e seu momento.

    Queria dizer que adorei seu blog e td o que escreve nele, é muito importante e de grande ajuda p mim. Obrigado.
    E se me permitir, eu gostaria que vc postasse algo sobre isso "O que fazer quando nosso namorado não é assumido e passa por pressões familiares que o deixam visivelmente infeliz".
    Agradeceria se pudesse me ajudar com isso.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Confesso que nao li todos os comentários, mas queria dizer que esse post pra mim foi o mais interessante cara, e deu vontade demais de te conhecer. Ninguém sabe de mim também e como todo mundo eu fui algumas vezes no chat da Uol... tu é muito inteligente! Gosto de gente assim.

    Abração e espero que responda, vou voltar pra ler.

    ResponderExcluir
  10. Olá, N.B.!

    Descobri seu blog hoje e estou gostando bastante do que já li por aqui. Sou do Rio, completei 29 anos há pouco tempo e também faz pouco tempo que resolvi iniciar um processo de mudanças em minha vida. O primeiro passo - e fundamental - foi tentar me aceitar, mas ainda estou patinando nesse aspecto. De todo modo, já consigo me enxergar de maneira muito melhor do que há 6 meses atrás. Ainda não consegui reunir a coragem necessária para revelar minha sexualidade para minha família e os amigos que julgo importantes, mas espero que ao final desse processo eu consiga dar mais esse passo. Enfim, é isso! Continue a postar, pois seu blog é muito legal.

    ResponderExcluir
  11. De fato é muito complicado.

    Os primeiros olhares, as primeiras atrações, a primeira vez, a atração e o amor pelo amigo.

    Convivo com situação semelhante a anos.

    Me identifiquei com o post demais.

    Estou naquela fase de afastamento pra evitar a perda da amizade. Contudo, às vezes penso que devo correr atrás...

    É, de fato, complicado.

    João. mg . jl170377@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. Gente olha, descobri esse BLOG hoje agora... estou lendo desde o início e estou amando pq estou me identificando e aprendendo mtu com o q tem aqui.. quero Parabenizar sim ao N.B! PARABÉNS! HAHA
    a partir de hoje sou mais um de seus integrantes aqui..
    ---*---
    Agora uma pergunta:
    o que vcs acham daquelas pessoas q sabem q são bi e q querem se tornar somente hetero?

    ResponderExcluir
  13. Acho que hetero desperta a talvez negociação do "só por você". Quem já viu o filme "Abrigo" (tradução não oficial do filme Shelter) Vai entender do que eu estou falando. No filme um cara hetero se envolve com o irmão do melhor amigo mas ele diz em certa parte do filme que não é quetão de ser gay e que a questão e Só por ele.
    Acho que todos nós temos um pouco de presunção de que algum dia conheçamos um hetero e que ele mude de orientação só por você! por experiência própria isso não funciona bem na realidade, Eu que fui louco pelo irmão de uma amiga a coisa não saiu tão bela quanto no filme, mas talvez algumde vocês já tenha ouvido a tão esperada é só por você

    ResponderExcluir
  14. Achu que gay nacseu para viver com outro gay pq eu achu que um gay vivendo com um hetéro e pedir para sofrer pq um homen numca vai amar um gay como outro gay entendem? esse é meu ponto de vista vc fazer uma pegação com um hetéro é diferente até eu faço mas pra namorar é pedir muito pra sofrer a naumcer que vc seja uma pessoas que não ligue para nada tbm bjus a todos e otimo fds !

    ResponderExcluir
  15. é complicado gay com gay, imagine hetero e gay.. é a morte..kkkkkkk

    ResponderExcluir
  16. Também já me apaixonei por um amigo hétero... Era muito ruim vê-lo com a namorada! heheh E ele ainda tinha umas brincadeiras de ficar me dando golpes de judô. Tinha um que ele me agarrava por trás, era foda! Só de ele chegar perto, já ficava armado! heheh
    Ele casa ano q vem =(

    ResponderExcluir
  17. Tô gostando muito do blog, tenho me identificado muito com as suas postagens, mas com essa não foi bem assim...

    Na verdade, saber que o cara é hetero corta todo o meu desejo... Já aconteceu algumas vezes de eu achar um cara interessante, e quando conheço mais o cara e descubro que ele não tem nenhuma chance de ser gay/bi, todo o encantamento acaba e fico amigo do cara sem problemas, como se eu nunca tivesse sentido nada por ele.

    ResponderExcluir
  18. Nem sempre as fantasias quando tornam se realidade é como nos sonhos sempre tem alguma depreciação

    ResponderExcluir
  19. Olá parabens pelo blog que é ótimo;Agora vamos aos depoimentos aí em cima rspeito a todos,sou gay desde a mais tenra idade sofri muito bulling na infância e na minha adolesçencia no colégio,na rua e olha que não eratão afetadinha já usei salto alto,maquiagem e saia pra trabalhar no salão de ônibus isso tudo a mai ou menos duas decadas e meias atraz e consegui segurar a onda, hoje já não tenho Oo vigor a disposição nem tanto cabelokkkkkkcomo antigamente moro com meus pais me aceitam mas é claro que no fundo gostariam de ter um filho hetero.Gente terminando eu a pensar como pode numa era quase apocaliptica voçes presos no armário, ninguem merece isso,deve ser muito triste.Gente não precisa virar traveco mas tambem sair por andado como um soldado,CHUTA O PAU DA BARRACA GENTE enquanto da tempo abraços mil e fiquem com DEUS até mais fui.

    ResponderExcluir
  20. Cara vc é fodastico
    Seus post são excelentes, semp´re que posso dou uma passada no blog.
    Assim como vc ñ sou assumido,tenho muitíssimo medo de magoar meus pais, e vivo pensando se viver longe dos familiare seria realmete bom
    de poder ser qm realmente sou.
    Abrçs boa sorte no blog
    (me responde uma coisa
    é melhor morrar longe dos pais vc sente mais liberdade?)

    ResponderExcluir
  21. Até quando tu pretende viver dentro de um armário... sendo uma pessoa que tu não é na verdade?

    ResponderExcluir
  22. eu já me apaixonei por dois melhores amigos, um a gente ia numa festa e ele me chamou a semana inteira perguntando se eu ia, ai topamos lá, ai ele tinha raspado a cabeça, ai eu comentei que tava crescendo dnv e talz, ai ele pegou e colocou minha mão na cabeça dele, dai ele me perguntou se eu tinha uma neosaldinam ai revirei meus bolsos e não tava achando, ai ele colocou a mão em mim pra procurar e enfiava a mão nos bolsos e tal, depois de um tempo ele tava louco e eu tbm, cheguei pra ele e flei que sou afim dele a mó tempo e que queria ficar com ele e ele me surpreendeu qndo disse que tambem, só que não rolava naquela hora...ai depois disso aconteceram varias coisas e no final da festa ele me beijou do lado de fora da boate...o foda é que hoje mal mal nos comprimentamos, não gosto dele mais...mas perdi um grande amigo e detalhe que isso nunca ia dar certo porque é um dos caras mais desejados daqui

    ResponderExcluir
  23. Olá pessoal tudo bem?Espero que sim;Olha esse negócio de gay com hetero é muito relativo as vezez pode dar certo e porque não,já tive casos com heteros alguns duraram muito tempo outros não enfim cada caso é um caso.Agora me parece que gay com gay se introsam um pouco mais, agora cá para nós no meu caso eu até ficaria uma vida com um gay desde que ele não fale fino,não se depile aliás abro uma exeção quanto a deppilação se ele for bastante musculoso fica lindo, quem ler uma coisa dessa vai pensar ele(ela)tá se sentindo se achandokkkkkkkkk gente digo isso porque sou passivo e eu não quero uma Roberta Close antes da operação em cima de mim,mas nenm morta.Gosto de gay mas que tenha atitudes de macho, deve ser algum fetiche meu ou algum bloqueio vai saberkkkkkkk volto a dizer chutem o pau(ôpa)da barraca enquanto há tempo com muito savoirafer e procurem ser felizes,desculpem-me alguma coisa e sintam se beijdos e abraçados até breve fui tchaaaaaauuuuu.

    ResponderExcluir
  24. Olha ,sou hetero casado 30 anos e passei toda minha vida buscando explicação para sentimentos divergentes daquilo que eu via como "normal" ,mas lendo esses posts percebi que não estou só,finalmente descobri que sou uma pessoa normal que apenas ama sem distinção de sexo ou genero, obrigado ao NB e todos que postam suas experiencias aqui valew.... Titoferrari

    ResponderExcluir
  25. O problema não é nem amar um hétero, desde que você saiba que ele É hétero.

    O problema é viver na dúvida eterna se aquele garoto que te encanta dos pés a cabeça é gay ou não. Já vivi muito dessa situação e diria que é a que mais me incomoda!

    Creio que eu, e muitos outros aqui, já perderam diversas oportunidades de começar um relacionamento por causa da dúvida eterna: "Será que ele é gay? Será que esse olhar foi recíproco ou não teve nenhuma signficado"

    Esse eterno dilema pode te expor demais (se você insistir) ou te privar de um belo companheiro pro futuro...

    Complicado, né? E pior é que vai ser sempre assim, independente do fato de você estar ou não no armário. Algum dia você deixará de estar, mas existirão outros dentro.

    :( Bateu uma deprê agora, hahaha #desabafototal

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. Eu já me apaixonei por amigos heteros e nunhuma das duas situações me renderam bons momentos. A principal causa dos fracassos foi a falta de coragem de assumir o meu sentimento. Atualmente penso que se fosse assumido, as coisas seriam bem diferentes, pois a fátidica pergunta "vc é gay?" seria substituída por um simples "quer ficar comigo?".... Parabéns pelo seu Blog cara, apesar das dúvidas e incertezas (normais para qq idade), vc é bastante inteligente e maduro para a sua idade!
    Abração

    ResponderExcluir
  28. Nossa adorei o blog.
    Sou casado tenho uma filha e levo uma vida dupla.
    Adoro homens de preferencias os de 18-19 anos,com aquele jeito de moleque adoro!
    Niguem sabe!Minha mulher familia niguem!
    Sou feliz assim

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Eu já perdi um amigo hétero, bem na verdade não perdi, ele se afastou quando contei e eu me afastei pra não sofrer mais do que ja tinha sofrido. Acho que nos vivenciamos a mesma experiencia, ele me contava tudo que tinha direito e me pedia conselhos, e eu dava apesar de estar doido por ele, aconteceu o que tinha de acontecer, ele é hétero e hétero não quer um homem e sim uma mulher. To bem melhor longe dele do que perto, poderia até ser perigoso para o "segredo". Parabéns pelo blog, encontrei ele a pouco tempo, mas já apaixonei hehe

    ResponderExcluir
  31. Oi acabo de descobrir o Blog e lendo esse post me senti no seu lugar, pois sou apaixonado por meu melhor amigo e ele eh casado e eu não sai do armario... sofro muito, pois acho que vivo de Migalhas...( quando vejo ele de cueca fico excitado, quando vejo o volume da mala dele nas calças que ele usa, quando cheiro as cuecas dele quando ele vai tomar banho e tira a roupa suja, etc...) e me sinto muito quando vejo ele beijar a esposa dele na minha frente mas mesmo sofrendo nao consegui me afastar dele, pois já tentei brigamos uma vez e ficamos sem se falar por 2 meses e eu aproveirei para me afastar dele para não sofrer mais e não consegui.... ele me ligava e eu acabei cedendo. Mas sofro muito tenho ciumes dele com os outros amigos (homens e mulherees) sinceramente não sei o que faço????????????????
    Parabens pelo Blog eh otimo!!!!!!!!!!!!!!! Adorei

    ResponderExcluir
  32. Eu já fiquei com amigos héteros.

    Eles ficaram com vontade de experimentar como era ficar com homem e fiquei. A amizade não mudou em nada..

    Um deles eu fiquei mais de uma vez e ele tinha namorada na época.

    Foi um sonho, eu já tinha sido apaixonado por ele. Isso aconteceu aqui na Savassi.

    ResponderExcluir
  33. Já fiquei com homens que se dizia héteros também, dá o maior tesão, mas é sempre ume experiência limitada, onde o gay sempre sai sobrando. No entanto, pode render algum prazer, desde que se saiba direitinho onde se está pisando, os limites e os entraves... E o mais importante, espeite os limites do hétero. É o preço que se paga!!

    ResponderExcluir
  34. VIVAAAAAAAAAAAA!

    eu tenho 16 anos e sou assumido desde os 12 . hoje em dia eu costumo dizer que meu conselho para os gay´s que invem crescendo agora, descobrindo o mundo la fora, que nao se assumem ! ainda mais os iguais a mim que moram numa cidade pequena com habitantes super retro, todos muito preconceituosos, realmente, nao se assumem AINDA. Claro que tem seu lado boom . é muiiito bom ! mas o lado ruim é muiito ruim .
    eu queria tanto ter falado isso pra alguem . #Euamoesseblog !!!

    ResponderExcluir
  35. Estou vivendo essa situação nos últimos meses, é bem complicado. Como aconteceu com você, ele é meu melhor amigo, começou namorar recentemente e eu penso muito em me afastar. As vezes ele percebe que isso tudo não está bem pra mim e vem questionar comigo porque eu estou tão distante, mas eu tenho mais medo de perder a amizade. To de saco cheio de sofrer de isso e não vejo a hora de sair de férias pra da um tempo para minha cabeça.

    ResponderExcluir
  36. Eu também estou muito afim de um carinha da minha faculdade. Eu tenho tentado reparar mais nele e estou com uma forte convicção de que ele também é do babado. O cara só tem amigas e não pega nenhuma,os poucos homens que eu o vejo conversando tem fama, ele gosta de Tina Turner, usa camisa decotada, malha d+(tem um corpo lindo), e as vezes faz uns gestos que me deixam bem desconfiado. Só que algumas vezes já o vi dando uma boa reparada no traseiro de umas meninas. Fico na maior dúvida. Se ele me desse uma brecha eu falava com ele na moral que eu tô louco pra 'garrá' ele. Só tenho medo de estar me iludindo, criando fantasias e depois ele me dizer que não é. Vou ter que encarar ele mais três anos além de correr o risco de ter o meu mais bem guardado segredo cair na boca do povo. Que dilema. Porque todo mundo já não nasce com uma estrelinha na testa identificando o que ela é pra gente parar de viver essa agonia? :/

    ResponderExcluir
  37. Completando o comentário acima, ele também curte baladas GLS, gosta de Lady Gaga, e faz curso de culinária também. O que pensar? A única coisa que me deixa na dúvida é que ele já foi noivo uma vez.

    ResponderExcluir
  38. Sei bem como é isso. Mas, reforçando o que o próprio NB disse uma vez, o ser humano é bissexual por natureza. Os totalmente homo ou hétero são uma parcela mínima.

    ResponderExcluir
  39. Ola N.B!!!!!Adorei seu blog,pois os relato ditos aqui são muito semelhante com o q estou vivendo no momento.
    Bem é o seguinte,sou Gay mas não assumido e nem tenho jeito efeminado,sou cheiinho(85kg),1.70m,moreno claro e peludinho.
    Acontece o seguinte a um tempo estou sentindo algo por um colega meu do trabalho q é hétero,casado e tem um filho.Ele é super gente fina comigo,pois acho q ele sente q sou gay mas msm assim não demostra e age super normal comigo.Quando nos falamos é sempre olho no olho e com um sorriso de como fossemos dois apaixonado ou alguem q gosta de uma pessoa muito mais do q so amigos.Ultimamente tenho tentado conversar mais com ele e está com ele no trabalho e parece q ele tmb.Oq faco devo sguir em frente com o q to sentindo ou parto pra outra já q é super complicado pra ele sendo junto e com um filho?

    ResponderExcluir
  40. Boa noite! Eu 37 anos, sempre soube da minha sexualidade,mas até hoje nunca me aceitei. Por isso sofro muito, nunca falei sobre meus sentimentos e desejos aos familiares e colegas ou amigos, mas hoje aos 37 anos estou sofrendo muito. Conheci um colega no trabalho, ele com apenas 25 anos, um cara super legal, para conversar, trabalhar em equipe e td +. Com o passar do tempo iniciou um sentimento muito estranho em mim, comecei a sonhar com ele, sentir desejo de fazer sexo com ele, e sentir ciúmes ate mesmo conversando com outros colegas do trabalho. Ai me deparei que estou apaixonado por ELE. O pior descobri através do Facebook que ele sente ÓDIO de GAYS ou HOMO assim que ele escreveu, mas não sei se ele desconfia da minha sexualidade ou se ele não tem coragem de me perguntar. Sei que ele está noivo e é muito complicado de agora em diante falar com ele, conversar, apos ele se expressar no Facebook desta forma, porque eu estou muito chateado. Pois não queria por nada perder a amizade dele. Por favor me ajuda . Grato

    ResponderExcluir
  41. É muito comentário tenso...

    Já tive uma paixão forte por um amigo de faculdade. No começo parecia só amizade e eu ainda me via como hétero. Mas eu gostava muito de conversar com ele ou mesmo apenas da presença dele. Na época, ele me dizia que tinha uma namorada, só que eu nunca vi uma foto que fosse dessa menina e ele sempre tinha muita vergonha de me apresentar a ela (como eles se viam todo sábado à noite, caso eu estivesse na casa dele, eu precisaria sair de lá antes dela chegar). Tudo muito suspeito, mas na época eu não queria dar vazão a esse lado homossexual.

    Quando o curso acabou foi quando comecei o processo de entender que eu era gay e de me aceitar. Até sonhei algumas vezes em ter alguma coisa com esse amigo, mas só fiquei lá por mais um tempo e depois voltei pra casa. Ainda tenho um certo tesão por ele, mas a gente está tão distante que nem vale a pena desenterrar isso. Só que ainda ficou essa dúvida se ele é hétero mesmo ou não...

    Ano passado eu conheci um rapaz gente boa pra cacete, saradinho, amigo do meu irmão, que até me despertou um interesse. Mas pelo que descobri, é hétero mesmo. Achei melhor deixar de lado.

    Uma coisa que realmente me incomoda é essa dúvida. Não é simplesmente bater o olho e investir como nas relações entre héteros. Pra quem quer se manter no armário, é uma verdadeira tortura ficar nessa incerteza se o cara toparia ou não. Tenho também um receio extra de encontrar algum homofóbico e ele me agredir física ou verbalmente. Triste.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  42. Olha tenho atulamente mim relacionado com um cara hetero, nós nos conheçemos atraves de um amigo, trocamos tel e atualmente tem rolado. Ele tem namorada , vivo um conflito, ele liga, mas e tão complicado, essa relação


    ResponderExcluir
  43. É... Paixão por amigos héteros, nada mais desumano, horrível!!! Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  44. Ola galera.tenho 15 anos e sou bissexual (ñ assumido) a mais ou menos 3 meses eu me apaixonei por um cara de 19 anos eu sei q isso é meio estranho mais quando eramos mais novos ele com 12 e eu com 9 eramos meio q amigos-conhecidos brincava-mos c a minha bike ele o motorista e eu o carona.agente se entendia bastante ate porq ele era meio maluqinho igual a mim kkkkkkk.mais dps q se mudou(ele morava de aluguel na casa da minha tia).nos afastamos e nunca mais nos falamos.ñ sei porq,sendo q ele mora do outro lado da rua em frente a casa dessa minha msma tia nunca senti nda por ele apenas amizade,mais dps q eu sonhei c ele,um sonho meio doido nem lembro como era :/ .
    Eu me apaixonei p ele.sempre q estou perto dele minha boca seca,minha visao embaça,meu coraçao despara,começo a soar-frio.E o q mais me deixa louco é q ele se parece muito comigo me fasendo achar q ele é bi.ex:quando ele conversa com alguem ele escorrega na fala,tem poucos amigos e um deles é gay,esse gay ñ fala com ninguem na rua alem dele,ele se alisa muito,nunca vi ele com mulher nenhuma,pois conheço ele desde q me entendo por gente,ele quase ñ sai de casa,é bastante educado,tem varias frases romanticas no FB.ex:SE VC GOSTA DE UMA PESSOA N ESPERE POR ELA CORRA ATRAZ POIS ELA N VIRA ATE VC.entre outras q ñ me lembro.ele parece ser do tipo q ñ se mistura.enviei um convite p o FB dele e ele acc mais nunca fica on,e depois do convite ele ñ sai mais de casa é como se tivesse me evitando,sai apenas para a faculdade com esse amigo gay.mais o q me faz achar q ele é hetero é q ele ñ tem postura de gay e gosta de andar sem camisa e joga bola.bom galera o q me enlouquece é isso,o fato dele se parecer muito comigo sendo q sou bi.em casa ele parece ser bastante divertido,risonho e alegre,mais na rua ele anda sempre na dele ñ fala com ninguem apenas com migo mais fica so naqele oi-oi e pronto.Gostaria muito q me ajudassem a descobrir a sexualidade dele ou pelomenos ser amigo dele,pois o amo muito e ñ suporto ficar longe dele,é torturante me ajudem pf.agradço dsd já

    ResponderExcluir

#HTML10{background:#eee9dd ;}